O manuseamento de detergentes e produtos químicos para limpeza exige cuidados. Há procedimentos e materiais de proteção que não devem ser descurados na hora da limpeza do condomínio. A responsabilidade do condomínio não se esgota na contratação do profissional de limpeza. Devem ser respeitadas e asseguradas as condições e determinações constantes dos planos de limpeza, tanto na seleção dos detergentes a utilizar e na sua dosagem, como nos meios mecânicos auxiliares a disponibilizar e, sobretudo, a forma de os utilizar.
Não é aconselhável misturar detergentes, pois podem provocar reações químicas indesejadas. Uma das misturas mais perigosas resulta da mistura de detergente amoniacal com lixivia. Provoca a emissão de gases extremamente prejudiciais para a saúde, nomeadamente, para as vias respiratórias e para os olhos.
O condomínio deve assegurar-se que os detergentes se encontram fora do alcance das crianças e animais, dentro da sua embalagem original. A utilização de embalagens não identificadas é a principal fonte de acidentes graves para o utilizador.
E não se esqueça, garanta que o serviço de limpeza contratado pelo condomínio dispõe de sinalética adequada para sinalizar pavimentos escorregadios!
Voltar