Loja do Condominio - Franchising em Administração de Condomínios
Efetue a
sua pesquisa
Descubra uma
loja perto de si

Notícias

Esteja a par de todas as novidades sobre a Loja do Condomínio e sobre Administração de Condomínios

Sinalética no Condomínio

Notícias do Condomínio

Visto: 2154 vezes
08 de Abril 2010
Sinalética no Condomínio
Por questões de segurança, a lei obriga à existência de um conjunto de sinais nos edifícios. A colocação destes deve ser bem visível, de forma a poderem ser vistos de todos os pontos da área envolvente.

A sinalização de equipamentos existentes deve ser colocada, logo por cima do referido equipamento, no máximo de 2m do chão. Os sinais com instruções de funcionamento nos próprios equipamentos devem ser legíveis à distância de 1,5m. A restante sinalização (de emergência, combate a incêndio, alarme, perigo, informação) deve ser colocada a 2,2m do chão, variando consoante o tipo de instalações e dimensões do sinal.

Devem, também, obedecer às seguintes características técnicas: ser produzidos em PVC rígido não inflamável, de 2mm e 3mm de espessura, impressos em serigrafia, com tintas de elevada qualidade, resistentes aos raios UV, de fácil limpeza e antirriscável. A superfície deve ser anti-estática, inibindo o depósito de poeiras e garantir uma vida útil de 5 anos sem alteração das cores impressas.

A fixação dos sinais pode ser feita de forma paralela à parede, quando têm apenas uma face; perpendicular à parede, quando têm dupla face com dobra; suspensos no tecto, quando têm dupla face; ou panorâmica, com as duas faces fixas, formando um ângulo de 45º em relação à parede.

Pesquisar Noticias

Categorias

Tags

Notícias do Condomínio

Jornal

Nº 57 - ABR-JUN

Notícias do Condomínio