Loja do Condominio - Franchising em Administração de Condomínios
Efetue a
sua pesquisa
Descubra uma
loja perto de si

Notícias

Esteja a par de todas as novidades sobre a Loja do Condomínio e sobre Administração de Condomínios

Sabe qual é o melhor extintor para o condomínio?

Notícias do Condomínio

Visto: 4103 vezes
09 de Outubro 2013
Sabe qual é o melhor extintor para o condomínio?
O extintor é um equipamento de primeira intervenção para ser utilizado por qualquer pessoa no combate a um incêndio na fase inicial. Esta finalidade traduz-se na colocação, nos edifícios e recintos, de vários tipos de extintores devidamente sinalizados, principalmente nos locais com maior ocupação. Contudo, esse objetivo também se aplica aos edifícios e recintos de cariz mais privado, seja qual for a sua utilização tipo.

Extintor de água aditivada ABF, o mais adequado para o condómino e para o condomínio.

A atual legislação de segurança contra incêndios em edifícios (decreto-lei n.º220/2008 de 12 de novembro e a portaria n.º 1532/2009 de 29 de dezembro) expressa muito bem a necessidade de os edifícios estarem munidos de equipamentos que consigam ajudar os seus ocupantes na evacuação e na deteção e combate precoce a um incêndio. É precisamente nestas ações que a escolha do extintor de água aditivada ABF faz a diferença em relação aos extintores tradicionalmente implementados, entenda-se, extintores de pó químico ABC.

Os fogos-tipos (classes de fogos) que estão mais presentes nos edifícios administrativos e habitacionais são os fogos em combustíveis sólidos (classe A) e nos óleos e gorduras alimentares (classe F), sem esquecer os incêndios nos equipamentos elétricos sob tensão que, no caso das utilizações tipos habitacionais e administrativas, dificilmente passam a baixa tensão (até 1000v corrente alternada).

Com base nesta análise, a implementação nos edifícios dos extintores de água aditivada ABF torna-se a solução mais adequada e eficiente. Senão, vejamos:

“ABF são as classes de fogos que o agente extintor consegue extinguir, onde A corresponde aos combustíveis sólidos (papel, tecido, plástico, cortiça, madeira e borrachas), B aos líquidos combustíveis (gasóleo, gasolina, petróleo e óleos lubrificantes ou hidráulicos) e F corresponde aos óleos ou gorduras de origem animal ou vegetal, utilizados em equipamentos de cozinha (óleos de fritar, margarinas, banhas e azeites) ”. Um extintor deste tipo consegue proteger todos os locais desses edifícios, sejam eles espaços comuns ou o interior de uma habitação ou escritório.

O extintor de água aditivada ABF, também está habilitado para ser utilizado em segurança no combate a incêndios nos equipamentos elétricos sob tensão até 1000v, a um metro de distância.

Estas características, associadas a outras vantagens tais como o não sujar, não estragar e não impedir a visibilidade dos espaços, permitindo uma evacuação rápida e segura dos ocupantes pela zona onde foi descarregado o extintor de água, sem aquela sensação de dificuldade em respirar criada pela descarga do extintor de pó químico ABC, são a junção perfeita de um utensílio que se quer simples, seguro, de fácil manuseamento, fiável e que a sua utilização não crie mais danos do que o próprio incêndio criou.

As pessoas que têm gás nas suas habitações devem estar a pensar, e bem, que o extintor de água aditivada ABF não consegue extinguir incêndios em gases, pois não está habilitado para apagar fogos da classe C, gases. E como vão conseguir extinguir um incêndio na canalização de gás do fogão, da caldeira ou do aquecedor? A resposta é: da mesma maneira que devem ser extintos todos os fogos em gases - fechando a válvula de corte que alimenta a chama.

Este é o único método eficaz e seguro para extinguir um incêndio deste tipo (classe fogo C) dentro de um edifício ou outro espaço coberto, pois a libertação de um qualquer gás combustível para o interior de um compartimento, vai-se misturar com o ar e potenciar a formação de uma mistura explosiva, que, caso exista uma energia de ativação (fonte de calor), poderá desencadear uma explosão.

Para qualquer edifício com uma elevada taxa humana de ocupação, os extintores de água aditivada ABF serão sempre uma melhor opção para os fogos em sólidos e líquidos, do que o extintor de pó químico, pelo motivo que este último interfere com o comportamento dos ocupantes, aumentando o stress, reduzindo a visibilidade e a capacidade de respirar, elevando a probabilidade de ocorrerem vítimas resultantes de um incêndio por falta de condições para a evacuação do edifício.

Pesquisar Noticias

Categorias

Tags

Notícias do Condomínio

Jornal

Nº 57 - ABR-JUN

Notícias do Condomínio