Loja do Condominio - Franchising em Administração de Condomínios
Efetue a
sua pesquisa
Descubra uma
loja perto de si

Notícias

Esteja a par de todas as novidades sobre a Loja do Condomínio e sobre Administração de Condomínios

O Condomínio visto… pelo Condómino

News LDC

Visto: 1626 vezes
05 de Maio 2010
O Condomínio visto… pelo Condómino
A eficiente gestão do condomínio acarreta óbvias vantagens para condóminos e administrador. Se o primeiro vê o seu património cuidado, o segundo desenvolve a sua actividade de forma mais tranquila. Ambos ganham! Se por outro lado falamos de uma relação de confiança, por outro podem surgir, aqui e ali, algumas discordâncias inerentes a qualquer relação humana.

Numa primeira análise, o sentido da resposta é idêntico: a culpa é (quase sempre) do “outro”. No entanto, para que se cultive e alimente uma relação saudável entre ambos, é necessário um exercício mais exigente: perceber o ponto de vista do “outro”, tentando colocar-se na posição dele. Nem sempre é fácil.

António Santos
Apesar de ter muitas frações, algumas delas comerciais, o dia-a-dia do meu condomínio é bastante tranquilo já que não é comum ocorrerem incidentes. Uma avaria ou reparação aqui e ali, mas nada de mais.

Não sei se efectivamente o faço conscientemente mas, enquanto condómino, cumprimento sempre cada vizinho com quem me cruzo, mesmo que o faça mais do que uma vez ao dia. Dado ter uma relação de sólida amizade com um dos condóminos (e respectiva família) é frequente relacionarmo-nos directamente.

Em relação à opção pela gestão profissional, além da manifesta falta de tempo, a totalidade dos condóminos manifestou a sua concordância com a entrega da administração a uma empresa pois é menos uma coisa com que temos de nos preocupar.

No que diz respeito aos aspectos que mais valorizo no desempenho do administrador, para mim, a transparência é essencial. É essencial para que haja confiança pois, quer queiramos quer não, estamos a entregar o nosso dinheiro e a gestão de um património que é comum a alguém que é externo ao condomínio.

Cada um tem o seu feitio mas julgo que se seguirmos as regras do bom senso e da boa educação todos temos a ganhar com isso. Sugeria ainda que, para melhorar a vida no meu condomínio, cada um se colocasse no lugar do “outro” já que assim conseguimos, de certa forma, avaliar as consequências que os nossos atos vão produzir nos “outros”. Será que eu gostaria ou aceitaria que me incomodassem ou perturbassem, por exemplo, o meu descanso durante a noite? Então não devo sujeitar os outros a situações dessas. O pior é que, hoje em dia, reina mais o lema “ faz o que eu digo e não o que eu faço”.

Pesquisar Noticias

Categorias

Tags

Notícias do Condomínio

Jornal

Nº 57 - ABR-JUN

Notícias do Condomínio